ÁREA DO CLIENTE

ACESSE SUA CONTA

CHASSI:

 

 

 

A manta de aramida utilizada pela BSS, é um conjunto de camadas produzidas por um tecido confeccionado com fios de aramida. Esses fios de aramida têm resistência à tração muito superiores aos convencionais, conferindo ao conjunto: Leveza, menor espessura e, sobretudo, mais flexibilidade, moldando-se perfeitamente à carroceria dos veículos, proporcionando um excelente acabamento.

Toda “malha de aramida” é hidroscópica, ou seja, absorve água propiciando a perda de eficiência balística precocemente. Prezando pela qualidade e segurança, o material utilizado pela BSS, possui entre todas as camadas de aramida uma camada de Neoprene, tornando a manta praticamente impermeável e, mesmo que exposta a umidade, não embolora, não produz mau cheiro e tem longevidade dentre as disponíveis no mercado global.

A BSS realiza um estudo balístico para cada veículo, baseado em seu material de fabricação das partes da carroceria (alumínio, fibra de carbono, fibra de vidro, entre outros) e, considerando essas variações, são empregadas mantas de Aramida de maior resistência. Exemplo: tampa traseira de carbono, utilizamos placas de 10 camadas de Aramida que resistem aos disparos sem nenhum outro material de revestimento, também chamada de “stand-alone”. A placa sozinha já segura projéteis. As portas recebem placas de Aramida com 7 ou 8 camadas, e assim, cada região do veículo é estudada e analisada, proporcionando garantia assegurada de resistência aos disparos.

Não soldamos “overlap” na carroceria e/ou portas, pois ao soldar, os componentes estruturais do veículo se deformam, de forma que as vedações deixam de ser eficientes, tanto ao vento quanto a chuva. Além de, invariavelmente, provocar danos aos sistemas eletroeletrônicos, módulos e sensores, pois não suportam as elevadas correntes elétricas das soldas.

Excluímos o aço das blindagens há mais de 10 anos, pois provocam corrosão galvânica, aceleram o desgaste do sistema de frenagem e provocam, em função do elevado peso, maior consumo de combustível, além do maior consumo dos pneus e desgaste precoce do conjunto de suspensão.

Aço soldado nas portas, na altura da cabeça dos passageiros, pode ocasionar ferimentos sérios, assim como o aço soldado nas colunas e frames do teto, podem impedir o perfeito funcionamento dos air-bags, tornando o veículo perigoso em caso de acidentes e contrariando as normas do Inmetro.

A maior parte dos veículos de montadoras alemãs não permite solda de aço, pois a carroceria é de alumínio ou outros materiais compostos. Veículos híbridos não podem, absolutamente, ter solda na estrutura.

Realizar a blindagem com placas de Aramida, torna a blindagem mais leve, segura e eficiente, assim como nos coletes das forças de segurança de todo o mundo.

Diferença de peso por m² de cada material:

Manta de aramida - 4Kg.

Chapa de aço inox AISI 304L - 24Kg.

Portanto, o aço pesa 6 vezes mais. Todavia, a diferença de custo se faz sentir. Enquanto o aço é R$625,00/m², a manta custa R$1.350,00/m². Aproximadamente 2 vezes mais.

Mas, pensando na segurança dos ocupantes de um veículo premium, torna-se mais do que justificado. Afinal, estamos falando de proteção das vidas destas pessoas.

 

O que é a “manta de aramida”.

As placas utilizadas na blindagem BSS, chamadas de opacas, são, na verdade, produzidas com tecido de aramida, intercalados por uma camada de borracha de Neoprene.

Esta manta é prensada em uma máquina termo hidráulica, que, ao mesmo tempo comprime as várias camadas, tornando o conjunto impregnado de borracha e vulcanizando este “sanduiche” a uma temperatura exata e uniforme.

Na fabricação do tecido, utilizam-se fios de aramida, formando uma trama uniforme. Cada fio, por sua vez, é composto por filamentos que são selecionados por sua resistência à tração. Somente os mais resistentes são aplicados, conferindo ao fio uma resistência ainda mais superlativa. A trama produzida pelo tear se torna mais leve, porém, mais resistente. Ao final do processo, o produto é mais fino, mais leve, muito mais resistente aos projéteis e mais fácil de ser acomodado à carroceria dos veículos.

É por todas estas características que a BSS não limita recursos. Traduzindo-se em uma blindagem sem paralelo, como qualidade e peso, para o nível balístico IIIA.