ÁREA DO CLIENTE

ACESSE SUA CONTA

CHASSI:

 

 

 

Vídeo Completo

Em evento realizado on line em nosso showroom da Avenida Europa, respeitando as normas de distanciamento social para evitar a contaminação do coronavírus, foi realizada nesta quarta-feira (28/10/20) a entrega das certificações do Selo Maior Valor de Revenda Autos aos carros que obtiveram a menor depreciação após um ano de uso.

O grande campeão de 2020 foi o Onix Plus, que registrou um índice de apenas 7,6% de depreciação, tornando-se o primeiro sedã a obter o título de campeão geral.

Além do campeão geral, vencedores de 15 categorias foram homenageados na apresentação realizada na sede da BSS Blindagens, na avenida Europa.

Nove marcas foram contempladas, com a Volkswagen e a Toyota ganhando em três categorias cada, a Honda e a Hyundai em duas e tendo ainda como marcas vencedoras Jeep, Fiat, Renault, Volvo e GM.

Referência de balizamento do que a indústria e a rede de distribuição oferecem ao cliente final na valorização – ou não – de um dos bens duráveis mais importantes da família brasileira, o Selo Maior Valor de Revenda teve este ano o programa Autoesporte, da TV Globo, como mídia partner, parceria que tem como objetivo levar o tema de uma forma mais ampla ao consumidor, conscientizando-o sobre todos os aspectos da aquisição de um veículo, ou seja: a análise do custo total de propriedade, por meio do qual o usuário pode averiguar o resultado de seu investimento.

O estudo é feito com base no preço praticado no mercado e não no preço de tabela; e a referência é o preço pago pelo consumidor e não o praticado por profissionais, lojistas e concessionárias, pois nesses casos está embutida a margem de lucro do operador, o que distorce o preço para o consumidor.

Nesse ano nove marcas obtiveram a certificação, num universo que conta com mais de cinquenta players, entre montadoras e importadoras. Essas empresas venceram em quinze categorias. O índice é o resultado da diferença do preço do carro OK em novembro de 2019 com o valor desse mesmo carro um ano depois, em outubro de 2020, portanto com um ano de uso.

O Estudo derruba o mito de que o carro perde 20% ao sair da concessionária, como é o imaginário popular. Alguns poucos carros tiveram uma depreciação alta. Metade dos 98 modelos submetidos ao estudo perdeu menos do que 13%. Nenhum chegou a 20% e apenas cinco acima de 17%. E 13 carros registraram este ano uma depreciação abaixo de 10%

De uma forma geral houve uma evolução dos índices de depreciação e pelo terceiro ano consecutivo o campeão registrou perda na faixa dos 7%, o que mostra a preocupação de montadoras e importadoras com o valor de revenda dos seus produtos.

O evento contou com nosso apoio e das seguintes marcas:

GENERAL MOTORS,

FIAT,

HONDA,

HYUNDAI,

JEEP,

RENAULT,

TOYOTA,

VOLKSWAGEN

VOLVO

 

 

Posts em Destaque